O Inverno Cultural UFSJ 2017 inclui a criação de oficinas permanentes de cultura, bem como a proximidade das comunidades e a descentralização das atividades. Estas ações serão desenvolvidas em regiões de vulnerabilidade e foram escolhidas a partir da atuação dos Centros de Referência da Assistência Social localizados nos bairros Senhor dos Montes, Tejuco e Matozinhos em São João del-Rei/MG. O propósito dessas intervenções é reforçar o viés extensionista do festival, realizando um diálogo entre a instituição e a comunidade.

A iniciativa foi definida após conversas realizadas no segundo semestre de 2016 entre Proex, líderes comunitários e professores das áreas de Teatro, Música, Letras e Artes Aplicadas, buscando promover um legado que una as duas esferas. Em formato piloto, o Inverno Cultural reinvestirá parte dos recursos de modo a auxiliar o desenvolvimento da cultura local em longo prazo.

Como funciona

As ações acontecerão com ensaios e encontros semanais entre os meses de abril e julho. A intenção é apresentar o que foi produzido ao longo desses meses na próxima edição do Inverno Cultural, que acontecerá de 22 a 30 de julho, quando os três bairros serão palcos do festival. As intervenções buscam democratizar o acesso, a produção e o uso dos bens culturais.

Iniciativas

📌 ARAÇÁ E SÃO GERALDO – Os moradores dessas localidades poderão participar de ações que visam trabalhar a linguagem teatral com crianças, jovens e os idosos, promovendo uma construção estética de cenas curtas.

Memórias da pele e outras histórias

  • Coordenação: Marcelo Rocco
  • Encontros: quartas-feiras, das 8 às 9h
  • Onde: Campus Dom Bosco

Criar e transformar

  • Coordenação: Marcelo Rocco
  • Encontros: quartas-feiras, das 9h30 às 11h
  • Onde: Campus Dom Bosco

Sensibilização Corporal para Crianças

  • Coordenação: Marcelo Rocco
  • Encontros: quartas-feiras, das 15 às 17h
  • Onde: Campus Dom Bosco

 

📌 SENHOR DOS MONTES – Neste bairro, será realizada uma ação do programa Museu do Barro que oferece oficinas de produção do instrumento  de percussão Udu.

Cerâmica Musical – Museu do Barro

  • Coordenação: Zandra Coelho
  • Encontros: quintas-feiras, das 14 às 17h
  • Onde: E.E. Idalina Horta Galvão – Senhor dos Montes

 

📌 TIJUCO Este bairro sediará três intervenções: um projeto que busca se aprofundar nas pesquisas sobre o universo da mulher-mãe-negra-periférica e produzir um espetáculo que enfoque as histórias coletadas durante o processo de montagem. Outra proposta pretende oferecer atividades de Canto Coral e Musicalização Infantil, Flauta Doce e Solfejo, como atividades de Educação Musical. O bairro também recebe as apresentações do Música XXI.

Educação Musical para Todos

  • Coordenação: Debora Andrade
  • Encontros: quintas e sextas-feiras, das 13h às 14h
  • Onde: E.M. Dr. Kléber Vasques Filgueiras – Tejuco

Música XXI Itinerante

  • Coordenação: Elenis e Jayme Guimarães
  • Encontros: quintas-feiras, das 16 às 17h
  • Onde: ONG Atuação – Tejuco

Espetáculo Olhos D’Água – Casa Aberta

  • Coordenação: Juliana Mota
  • Encontros: em dias esporádicos
  • Onde: no bairro

 

📌 MATOSINHOS – Neste bairro, será realizado um projeto que propõe a criação de novos grupos teatrais a partir de um curso livre que tem como objetivo dar aos participantes a consciência do movimento corporal e sua relação com o espaço.

Teatro Para Todos

  • Coordenação: Cláudio Alberto Santos
  • Encontros: terças e quartas-feiras, das 8h30 às 11h30
  • Onde: no bairro

Inscrições de projetos participantes

Para saber mais sobre as inscrições, clique aqui.